O humor segue a ação

Por: Fernando “The Flash”

O bom sCaptura de Tela 2017-12-14 às 21.30.06enso diz que o humor e a motivação superam a ação. Quanto melhor nos sentimos e quanto mais motivados estamos, maior é a probabilidade de agir. Embora isso seja verdade em muitas situações, existem algumas situações em que não é. Às vezes, quando nos sentimos desanimados e desmotivados, a melhor coisa que podemos fazer para mudar nosso estado mental é mudar nosso estado físico. O humor segue a ação.

Em situações agudas (a curto prazo), isso pode ser tão simples como se forçar a se exercitar, ficar no zapzap ou ir lanchar com um amigo quando se sentir particularmente down. A terapia comportamental cognitiva, que ajuda os indivíduos através da ansiedade e depressão, coloca um foco imenso da equação na parte do “comportamento”. Isso porque é difícil, se não impossível, controlar nossos pensamentos e os sentimentos subseqüentes que se gera, mas podemos controlar nossos comportamentos. Se seus pensamentos e sentimentos lhe dizem “você não presta, você é horroroso, fique na cama”, boa sorte, tentando convencer-se de outra forma. Mas se você se forçar (novamente, eu uso a força porque nessas situações, você realmente precisa se forçar) para tomar qualquer tipo de ação, mesmo que apenas lavar a louça – você terá melhores chances de mudar seus pensamentos e sentimentos. Eles nem sempre mudam, mas pelo menos você se dá uma chance.

O mesmo padrão é verdadeiro em situações mais crônicas (a longo prazo). Para alcançar o sucesso em qualquer odisseia a longo prazo, talvez o atributo mais importante seja simplesmente estar presente. Isto é especialmente importante no início. Ao assumir um novo compromisso, o humor e a motivação estão muitas vezes bastante elevados. Mas, então, quando o primeiro toque áspero da rotina o atinge, o humor e a motivação diminuem. É quando você dorme nas manhãs frias e chuvosas ao invés de correr; apenas um leve tapa no soneca. E, no entanto, se você se forçar, se vestir, tomar aquele pré treino delicia, concentrar-se no projeto Boston, se você fizer isso de forma consistente, algo muito estranho começa a acontecer; seu humor, motivação e interesse aumentam ABRACADABRA.

Em resumo: em situações agudas e crônicas, foque menos na motivação e mais na ação. Se seu humor e motivação estão baixos, estão dizendo que você não age, isso é mais uma razão para agir. Sim, sentir-se bem pode levar à ação, mas a ação também pode levar a sentir-se bem.

Fonte:https://www.peakperformancebook.net

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s