Cartão de visitas

Lionel Sander, Alistair Brownlee e Sebastian Kienle

Foto de St George News

Por Henrique Ebert

Alistair Brownlee. Um dos maiores nomes do triatlhon de todos os tempos.
O cara é bicampeão olímpico, desbancando simplesmente Javier Gomez.
Sucessor imediato de Jan Frodeno na coroa olímpica.
Existiam dúvidas de que seria um grande em longas distâncias?

Sim. Normal. Tipo quando um Fernando Alonso anunciou que correrá na Indy-500 este ano.

Continuar lendo

Coluna 3AM Número 2

Continue a nadar

Flutuação. Base de tudo

flutuação

Aprendeu a gostar de natação? Duathlon são legais…

A base de uma natação razoável está sobre uma boa flutuação. Por que razoável? Porque existem outros fatores (força, sensibilidade, técnica, hidrodinâmica, capacidade cardiovascular etc) que, quando associados a uma boa flutuação, irão fazer você nadar bem.

Conversando com um dos melhores treinadores de natação em Brasília (e grande amigo meu), o Renato Yoshihara,  ele disse: “A flutuação é uma virtude que poucos desenvolvem com rapidez devido ao posicionamento da cabeça no nado crawl. Nota-se que muitos nadadores viciaram em mexer a cabeça enquanto nadam. Ocorre, principalmente com aqueles que optam por provas de águas abertas, uma vez que necessitam mover mais a cabeça para frente para uma melhor navegação”.

Movimentar sua cabeça para frente faz seu quadril e pernas afundarem. Aumentando a área frontal e a resitência da água.
Continuar lendo

It´s only fair!*

Acabei de ver na página do Facebook da Challenge Familly um negócio bem interessante: eles aumentaram a distância mínima que um atleta deverá manter da roda de trás de outro atleta na prova do Bahrain. Agora é de 20 metros!!! Para você ter uma ideia, em Kona é de apenas 12. Por hora, isso será apenas entre os profissionais, afinal, a bolsa de premiação para é bem alta :US$500.000,00!!

Continuar lendo

Challenge-Florianópolis

Challenge Florianópolis we ar triatlon

Estou com uma pena de mim por não ter feito minha inscrição para o Challenge Florianópolis. Tudo bem, se tivesse feito a inscrição não teria ido para Fortaleza e me redimido comigo mesmo, mas é que ouvi falar tão bem do Dash-113 (prova que se transformou em Challenge este ano) do ano passado que fiquei na fissura de fazer a prova deste ano. Deixe-me explicar o porquê: A série de eventos Challenge é a única que pode fazer frente à série Ironman e, por isso, os caras se esforçam.

Continuar lendo

E aí podemos voltar?!

 

Por Henrique Soares Ebert

Olá galera, depois de um longo e gelado inverno…Desculpa, essa frase é para o livro que eu não vou escrever. Mas depois de um tempo afastados daqui, acabaram nossas desculpas.

Teve Copa Brasília de Triatlo, teve 7×1, teve muita coisa. E, nesse período, aconteceram mudanças muito boas em nossas vidas que, infelizmente, nos impediram de compartilhar nossa paixão com vocês.

Por conta desses eventos, nosso tempo estará um pouco reduzido. Nossas atualizações não terão a mesma frequência que antes do “break” mas, terão a mesma qualidade (espero, né).

Para começar, vou compartilhar a informação que o Flecha me passou ontem no final da tarde. O anúncio da cidade que sediará o mundial de 70.3 em 2016. Isso, 2016. Para quem não lembra em 2014 será em Mont Tremblant, no Canadá, 2015 em Zell am See-Kaprun, na Áustria e em 2016 em Mooloolaba, na Austrália (se em 2017, por ventura, o Brasil vier a sediar o mundial, eu aposto uns 13 centavos que a prova será realizada em Pindamonhangaba).

Ah! Notícia importante: se você quer competir em Roth no ano que vem, prepare-se para acorda ainda mais cedo no domingo. As inscrições serão abertas às 10 horas da manhã da Europa Central (como acabei de fazer um treino pesado de corrida fiquei com preguiça de saber que horas serão essas por aqui).

Pois é isso minha gente! We are back in business*!

*Back in business – De volta aos negócios em tradução macarrônica.

Nos marque no Instagram e sua foto poderá aparecer aqui: @03bsbr ou use a #triatlobrasil

Esgotado

sold_out.jpg

Por Henrique Soares Ebert

Semana passada foi um alvoroço no nosso mundinho por conta das inscrições do Ironman Florianopolis 2015. Em menos de 10 minutos já não havia mais vaga. Teve muita gente que ficou de fora. Pensando em vocês caros amigos pesquisei algumas opções. Eu já vinha com a ideia deste post desde a semana do Ironman, e o grande Paulo Sérgio Costa, um dos melhores amadores do país, postou quase tudo o que eu digo aqui no Facebook dele.

Continuar lendo

E a Família vai crescendo…Barhein

Challenge Family – we are triathlon!

Por Henrique Soares Ebert

Sinceramente, já não consigo mais acompanhar todas as mudanças nos calendários Ironman (e 70.3) e Challenge-Family. É evento que é adicionado, evento cancelado (70.3 Berlin), que vira a casaca… Mas esse anúncio me chamou a atenção e resolvi escrever aqui.

Continuar lendo