Você é o que você come!

bomba-de-combustivel.jpg

Por Henrique Soares Ebert

Depois de uma Sexta-Feira da Paixão de jejum, o restante do feriado foi uma meteção de pé na jaca. Churrasco no almoço de sábado, biscoito de queijo (delicioso) no lanche da tarde, carne seca na moranga no jantar de sábado, mais biscoito de queijo no café da manhã de domingo, feijoada da minha mãe (mais uma delícia) com paçoca de carne de sol do meu sogro (huuuuum) no almoço de domingo, além da torta de sonho de valsa de sobremesa, mais biscoito de queijo no lanche da tarde, pizza à noite, mais biscoito de queijo no café da manhã de segunda, e bacalhoada no almoço de segunda. UFA! Tudo muito gostoso!!

Continuar lendo

Anúncios

Meu 70.3 Brasília

bike

Por Henrique Ebert

Madrugada de sábado para domingo, lá estou eu dormindo em minha caminha gostosinha quando começo a escutar um baticum danado. Acordei às 1:55 da manhã e não consegui voltar a dormir. Tudo bem, já estava deitado desde às 18:00 e dormindo a partir das 20:30. Bom que deu tempo para fazer meu desjejum, praticar a quarta modalidade do triathlon e me arrumar para ir para o Big Point of South Lake City. Tudo com calma e sem me esquecer de nada.

Chegando à área de transição, acordei minha bike, dei bom dia para ela e tirei a coberta que a protegeu da chuva do dia anterior. Ela estava com uma cara de má! Pronta para enfrentar os 90km (deu um pouquinho mais no meu GPS – para mais pode, o que não pode é para menos) graças aos meus amigos Leo Motta e Vinícius Canhedo que me emprestaram as Zipp deles.

Continuar lendo

Bom final de semana!

Por Alexandre Dourado e Henrique Ebert

Quem diria que o triathlon combina com cerveja?

O líquido dourado, entretanto, é melhor depois da prova e com moderação!

Cada um de nós sabe o que faz, mas tenho minha opinião: Deixemos para bridar depois da nossa prova alvo do ano. De preferência para comemorar com os amigos e com a família o sucesso de nossos esforços.

Cerveja com gosto de vitória.

Ah!! NADA DE DIRIGIR!

Nem bikes, nem carros, nem caminhões.

Será que perder peso faz você ser mais rápido?

Por Alexandre Dourado

Alguma vez você já se perguntou qual a diferença que uns quilinhos a mais fazem em sua performance no triathlon ou na corrida? Será que esses chocolates ou copos de cerveja realmente fazem muita diferença? Tem gente medindo isso, acredite.

O primeiro experimento feito pelo treinador Phil Mosley ( ele tem 74 kg e corre 10 km para 33 minutos !!!!) foi avaliar o efeito do peso extra (mochila de 3kg) em corrida difícil (subida 6%). Depois de ter feito um tiro pra “morte”, ele desceu, se alimentou, descansou 10 minutos e repetiu o tiro ( de novo pra morte), mas desta vez sem a mochila de 3kg. Será se teve alguma diferença? Continuar lendo