Cartão de visitas

Lionel Sander, Alistair Brownlee e Sebastian Kienle

Foto de St George News

Por Henrique Ebert

Alistair Brownlee. Um dos maiores nomes do triatlhon de todos os tempos.
O cara é bicampeão olímpico, desbancando simplesmente Javier Gomez.
Sucessor imediato de Jan Frodeno na coroa olímpica.
Existiam dúvidas de que seria um grande em longas distâncias?

Sim. Normal. Tipo quando um Fernando Alonso anunciou que correrá na Indy-500 este ano.

Continuar lendo

Cascais Long Distance Triathlon

Cascais Long Distance TriathlonPor Henrique Soares Ebert

Viajar é legal. Viajar para competir então,  mais ainda (tirando o stress com a bike).  Para mim, o triathlon se tornou meio que uma maneira de conhecer novos lugares. Ainda não viajei do tanto que queria, nem para todos os locais que gostaria. Os circuitos Ironman e Challenge oferecem boas opções: Europa, EUA, México, Chile, Thailandia (um dia eu vou para lá), Austrália (idem), Nova Zelândia (idem de novo…), etc.  Nossos patrícios, todavia, estão fora de ambos circuitos. Mas não tem problema: as inscrições para o Cascais Long distance Triatlhon estão abertas. 🙂

Sinceramente, eu tenho pouco conhecimento sobre a terra dos nossos descobridores. Todas o meu (pouco) conhecimento sobre Portugal vem dos livros de história e geografia, além de algumas reportagens do Globo Repórter e Esporte Espetacular. Ou seja, a imagem que eu tinha do país era basicamente de uma pequena parte de Lisboa.  Mas, vendo as fotos do site do evento eu fiquei bastante interessado. O lugar é lindo! De verdade!

Cascais

Cascais

A prova, como diz em seu nome, será disputada em Cascais, cidade não muito distante de Lisboa – que recebe muitos voos diários vindos do Brasil (o de Brasília sai no fim da tarde, acho que às 17:30), ou seja, a logística não é das mais complicadas, por exemplo, ir para Lanzarote, ou Mallorca. Além disso, muitos brasileiros residem por lá, logo vai ser como se estivesse competindo em casa. Só que fora de casa, em um dos principais destinos turísticos de Portugal

Bem, vamos ao evento!

A prova, ou melhor, as provas serão disputadas no dia 27 de setembro deste ano. Disse provas, pois, além do Long Distance (distância de Meio Iron), ainda terá o World e o Super triathlon. O primeiro com as distâncias de 1.100m de natação, 46km de Ciclismo e 10,5km de corrida. O Super promete ser bem rápido 300m de natação, 7,5km de ciclismo e 2km de corrida – bom para levar aquele amigo que tem vontade de iniciar no triatlhon ou seu filho adolescente.

Vamos ao evento principal:

Natação, 1900m. Largada no ponto “I” (Início) e chegada no ponto “F” (Fim).  Os atletas terão de fazer o retângulo do mapa duas vezes para completar a distância. Deve ser muito bonita a natação, olha a foto abaixo do mapa.

Natação Cascais

Natação Cascais

Ciclismo 90 km 4 voltas. Os atletas sairão da cidade até o ponto W e darão 4 voltas no percurso verde, voltando para a cidade no fim da quarta volta.

Pedal Cascais

Pedal Cascais

Pela altimetria, não é um dos percursos mais duros do mundo, porém, quatro subidas de 2,4km de extensão com 3,8% de inclinação vai minar as pernas dos mais afoitos. Por ser no litoral o vento pode entrar e atrapalhar quem quiser fazer “PR” na bike.

Altimetria Pedal Cascais

Altimetria Pedal Cascais

Corrida

21.1km em 4 voltas de 5 quilômetros e pouco. Boa parte dele será a beira mar, o que é muito legal para quem estiver assistindo (acho que sua mulher não reclamaria de torcer para ti se você pagasse para ela um “Aperol Spiritz”).

Corrida Cascais

Corrida Cascais

(vou completar com fotos do percurso e da cidade)

O valor das inscrições estão discriminados abaixo e acredito que sejam justos (o preços inicial é consideravelmente mais baixo do que o do Challenge Fuerteventura – €145,00  e Ironman 70.3 Foz do Iguaçu –  US$450,00, só para dar um exemplo).

  •  Limitado a 1000 atletas
  • Até 15 de Maio: €115,00 (€90,00 se Pack Hotel)
  • De 16 de Maio a 31 de Julho: €135,00 (€110,00 se Pack Hotel)
  • De 1 de Agosto a 10 de Setembro: €150,00 (€130,00 se Pack Hotel)
  • Última hora: €200,00

A organização ainda oferece pacotes com entrada no evento + hotel.  Maiores informações clique aqui.

Infelizmente não poderei ir este ano, pois estou inscrito para um Ironman em outubro. Mas está na minha Wishlist para 2016.

Ah! Não duvido que em um futuro próximo o Cascais se torne evento Challenge ou Iron.

Coluna 3AM Número 2

Continue a nadar

Flutuação. Base de tudo

flutuação

Aprendeu a gostar de natação? Duathlon são legais…

A base de uma natação razoável está sobre uma boa flutuação. Por que razoável? Porque existem outros fatores (força, sensibilidade, técnica, hidrodinâmica, capacidade cardiovascular etc) que, quando associados a uma boa flutuação, irão fazer você nadar bem.

Conversando com um dos melhores treinadores de natação em Brasília (e grande amigo meu), o Renato Yoshihara,  ele disse: “A flutuação é uma virtude que poucos desenvolvem com rapidez devido ao posicionamento da cabeça no nado crawl. Nota-se que muitos nadadores viciaram em mexer a cabeça enquanto nadam. Ocorre, principalmente com aqueles que optam por provas de águas abertas, uma vez que necessitam mover mais a cabeça para frente para uma melhor navegação”.

Movimentar sua cabeça para frente faz seu quadril e pernas afundarem. Aumentando a área frontal e a resitência da água.
Continuar lendo

Challenge-Florianópolis

Challenge Florianópolis we ar triatlon

Estou com uma pena de mim por não ter feito minha inscrição para o Challenge Florianópolis. Tudo bem, se tivesse feito a inscrição não teria ido para Fortaleza e me redimido comigo mesmo, mas é que ouvi falar tão bem do Dash-113 (prova que se transformou em Challenge este ano) do ano passado que fiquei na fissura de fazer a prova deste ano. Deixe-me explicar o porquê: A série de eventos Challenge é a única que pode fazer frente à série Ironman e, por isso, os caras se esforçam.

Continuar lendo